Demanda doméstica cresce 5,86% no mês, 9ª alta seguida

Resultado de imagem para abear

A demanda doméstica por transporte aéreo cresceu 5,86% em novembro na comparação com o mesmo mês de 2016, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira, 19, pela Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), que reúne os dados de suas associadas (Avianca, Azul, Latam e Gol). Foi o nono mês consecutivo de expansão. A oferta doméstica teve expansão de 3,45% em igual base de comparação. A taxa de ocupação subiu 1,88 ponto porcentual, para 82,71% no mês. O total de viagens realizadas dentro do País foi de 7,6 milhões, com avanço de 6,38%.

Resultado de imagem para abear presidente

"Em harmonia com a sazonalidade típica do mercado doméstico brasileiro, as estatísticas de novembro apresentam ligeira desaceleração em relação aos resultados de outubro, para voltarem a crescer com maior vigor em dezembro, mês que marca o início da alta temporada de verão", destaca a Abear. A Gol liderou a participação de mercado doméstico em novembro, com 36,64%, seguida pela Latam, com 33,07%, Azul, 17,05%, e Avianca, 13,24%. De janeiro a novembro desse ano, em comparação com o mesmo intervalo de 2016, a demanda doméstica acumula crescimento de 3,28%, e a oferta tem elevação de 1,50%. A taxa de ocupação é de 81,42% no período, expansão de 1,40 ponto porcentual


INTERNACIONAL

Resultado de imagem para abear demanda

A demanda por viagens internacionais em novembro teve alta de 6,77% na comparação anual, acumulando 14 meses consecutivos de crescimento. A oferta subiu 9,62%. A adição de capacidade em maior proporção do que o crescimento da demanda levou a uma retração de 2,20 pontos porcentuais na taxa de ocupação, que foi de 82,72% no mês. Foram transportados 691,7 mil passageiros internacionais em novembro, crescimento de 11,77%. As estatísticas das associadas Abear abrangem cerca de 30% do mercado. A Latam liderou a participação no mercado internacional no mês, com 71,37%, seguida pela Azul, com 11,87%, Gol, 10,69%, e Avianca, 6,08%. Até novembro a demanda por voos internacionais acumula crescimento de 12,28% na comparação anual. No período, a oferta teve expansão de 10,52%. A taxa de ocupação ficou em 85,04%, expansão de 1,34 ponto porcentual. Os passageiros transportados nestes voos somam 7,6 milhões, um volume 11,60% superior ao ano passado.