Cade arquiva denúncia contra a Azul

denúncia feita pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) contra a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, por prática de ações anticoncorrenciais, foi considerada improcedente pelo Cade na última terça-feira (30). A ação já havia sido considerada infundada pela Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica no final de julho deste ano, porém a Braztoa apresentou recurso contra a decisão.

A queixa da associação, representando mais de 90 associados e 73 operadoras, baseava-se no fato de a empresa aérea estar oferecendo tarifas exclusivas, até 30% menores que a concorrência, à sua operadora, Azul Viagens. O Cade, entretanto, afirmou em sua deliberação entender que não houve conduta indevida por parte da companhia.