Lucro na Airbus prejuízo na Boeing


Sobe

A Airbus anunciou que teve um lucro líquido de 1,362 bilhão de euros no segundo trimestre de 2016. Em comparação com o mesmo período de 2015, esse valor significa um aumento de 86% no faturamento da empresa.

No semestre, a empresa já acumula lucro de 1,76 bilhão de euros, o que representa uma alta de 15,5%. Entretanto, a receita do semestre teve uma baixa de 1%, chegando a 16,815 bilhões de euros.

O segmento de aeronaves comerciais fechou o período com uma retração de 1% na receita de abril a junho, faturando 12,39 bilhões de euros. Já o lucro antes de juros e impostos cresceu 51%, passando para 1,49 bilhão de euros.

Até 30 de junho, a Airbus somou 978 bilhões de euros em encomendas, antes um trilhão de euros conquistados em 2015.
-

Desce

A Boeing registrou no segundo trimestre deste ano um prejuízo líquido de US$ 234 milhões. No mesmo período de 2015, a companhia havia obtido um lucro de US$ 1,11 bilhão. Na mesma base de comparação, a receita da empresa teve crescimento de 1%, chegando a US$ 24,756 bilhões. O resultado representou uma perda por ação de US$ 0,37.

De acordo com a empresa, o prejuízo foi determinado por eventos não recorrentes, que se relacionam com a reclassificação de gastos em projetos de novos modelos como o 787, o 747 e o cargueiro militar. Tais itens representaram uma perda de US$ 3,23 por ação no balanço da companhia.

Entre abril e junho deste ano, a Boeing gerou um caixa operacional de US$ 3,23 bilhões - valor pouco abaixo dos US$ 3,29 bilhões registrados em 2015.