Delta cogita comprar aviões de concorrente da Embraer

Delta Air Lines está de olho nos CS100 da Bombardier (Foto: Divulgação/Bombardier)

O CEO da Delta Air Lines, Richard Anderson, informou ontem, terça-feira (19) que a companhia aérea está interessada em adquirir aviões CS100 da Bombardier.
“Pensamos que a um preço correto, [o CS100] é uma aeronave bastante competitiva, especialmente pela tecnologia dos motores”, comentou Anderson em conferência com acionistas da empresa.
A Delta já havia se aproximado da Bombardier em dezembro de 2015, quando o presidente da fabricante canadense levou o protótipo do CS100 ao aeroporto de Atlanta.
O CS100 compete diretamente com os Embraer E195, especialmente a segunda geração dos E-Jets, o E195-E2, com capacidade similar ao produto da Bombardier. Este carregará até 133 passageiros, enquanto o avião brasileiro terá capacidade máxima para 144.
A companhia aérea já opera aeronaves da Embraer ERJ145, E170, E175 e E190. E atualmente tem negociações com a fabricante brasileira para atualizar a frota para os próximos anos.
A declaração de Anderson não significa que a Delta fechará a compra de aeronaves CS100 com a Bombardier. Recentemente, a empresa tem feito declarações públicas indicando preferências, mas depois fecham negócios em outro sentido.
Durante a definição da substituição das frotas dos Boeing 767-300ER e Boeing 747-400, a Delta colocou o Boeing 787-9 como favorito. No fim, a companhia adquiriu os Airbus A350-900 para a tarefa.