Azul envia 19 aeronaves para Tap e reduz oferta

Aviação ,


O presidente da Azul, Antonoaldo Neves (foto), afirmou durante business session do Top 10 Brasil United 2015 que tem como “prioridade máxima” enviar aeronaves para a Tap, agora sob o comando do consórcio Gateway, formado por David Neeleman e Humberto Pedrosa.

“Vamos iniciar este processo a partir de março. A Tap vai receber 19 aeronaves, entre Embraer 190, ATR e A330. Com isso, nossa oferta deve reduzir em 7% no doméstico. O internacional também será repensado. Nossa ideia neste momento é ter apenas um voo diário para Orlando e outro para Fort Lauderdale”, afirmou Neves, falando a respeito das operações já existentes. 


Nova York estava nos planos da empresa, mas a alta do dólar não motiva a implementação da rota. Por outro lado, é bem provável que a Azul anuncie um novo destino internacional nos próximos dias, mas o presidente da Azul preferiu fazer mistério, "para não atrapalhar as negociações".

À ESPERA
A aparente preocupação do presidente da Azul não impede a companhia de pensar a longo prazo. Com a encomenda firme de 35 A320neo (as primeiras aeronaves devem chegar no final deste ano), a sinergia entre a aérea brasileira e a United, dona de 5% das ações, deve aumentar ainda mais, em especial com a introdução de codeshares.


“Nós temos caixa para segurar este momento instável e não vamos fazer corte de pessoal, até pela nossa filosofia de treinamentos. Fora isso, deveremos ganhar cerca de R$ 200 milhões em sinergia com a United em 2016, e isso nos dá a condição de melhorar muito o nosso serviço. Teremos um posicionamento global a partir de agora, honrando nossa base de acionistas”, completou Antonoaldo Neves, lembrando também do grupo chinês NHA, que em novembro do ano passado anunciou a aquisição de 23,7% do capital da empresa.