App permite negociar poltronas entre passageiros nos EUA

Crédito: Divulgação/Seatreoo

Uma empresa americana lançou nesta semana um aplicativo chamado Seateroo,que oferece serviço de compra e venda informal de assentos dentro do voo entre os próprios passageiros e sem intervenção da companhia aérea.
Para usá-lo, é preciso fazer o download do programa e se cadastrar. Cinco dias antes da viagem, o “mercado daquele voo'' abre e os passageiros podem incluir o número de sua poltrona para ser vendida ou comprar uma das que foram anunciadas por outros usuários.  No dia do voo, ou até mesmo durante a viagem, os passageiros embarcam e procuram seu novo lugar no avião.
O valor mínimo de venda é US$ 5 e o pagamento só pode ser feito via cartão de crédito previamente cadastrado, como ocorre no Uber, por exemplo. Não há taxas para quem comprar o assento, mas o aplicativo fica com 15% do valor repassado ao vendedor. Assim, se um passageiro vender seu lugar por US$ 10, receberá US$ 8,5 e o aplicativo ficará com US$ 1,5. O pagamento é creditado na conta do passageiro em até 72 horas.
Se o voo for cancelado, ou vendedor desistir do acordo ou os comissários não permitirem a troca (o que pode acontecer principalmente entre classes diferentes), a empresa criadora do programa se compromete a devolver o dinheiro.
Por enquanto, o app tem apenas uma versão para aparelhos com o sistema operacional iOS (iPhone e iPad, por exemplo) e com conta bancária e endereço nos Estados Unidos. Ainda não há previsão de quando o aplicativo será disponibilizado para outros países.
App mostra qual melhor lugar no avião
Outro aplicativo gratuito bastante útil para escolher o melhor assento em um avião é o SeatGuru, disponível para iOS e Android (ou versão web).
Depois de informar o nome da companhia, número do voo e data de embarque, o app traz o modelo da aeronave que fará o trajeto e legendas mostrando quais são os assentos bons e ruins, sempre baseado em informações de usuários.
Em alguns casos, fotos das poltronas ou de detalhes de cada uma delas também são postadas.
Crédito: Reprodução/SeatGuru
Crédito: Reprodução/SeatGuru
Fonte: Uol