Secretário executivo da Aviação Civil ocupa vaga de Eliseu Padilha

A Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto informou na noite desta segunda-feira (7), por meio de nota à imprensa, que o atual secretário executivo da Secretaria de Aviação Civil, Guilherme Walter Ramalho, ocupará interinamente o cargo de ministro da pasta.
Guilherme Walter Ramalho, secretário interino de Aviação Civil (Foto: Reprodução/ Secretaria de Aviação Civil)O anúncio ocorreu horas após a Casa Civil informar que o ministro Eliseu Padilha (PMDB-RS) entregou carta de demissão do cargo. A mudança ocorre em meio a uma turbulência que vive o governo, com o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff aceito pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Na nota que divulga o nome de Ramalho como ministro interino, a Secretaria de Imprensa informa que a presidente agradece “os serviços prestados” por Padilha.

Considerado “braço direito” do vice-presidente Michel Temer, Padilha assumiu a secretaria em 1º de janeiro deste ano, quando Dilma tomou posse para o segundo mandato.

Em entrevista coletiva na qual  explicou os motivos que o levaram a deixar o cargo, Eliseu Padilha disse que o PMDB, partido do qual faz parte, está "dividido" sobre o impeachemnt da presidente Dilma Rousseff. Segundo Padilha, o vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente do PMDB, está "recolhendo" a posição dos integrantes do partido para tomar uma posição sobre o tema em nome da legenda.

"Michel Temer é presidente do partido há mais de uma década e ser presidente do PMDB há mais de uma década é um negócio que não é muito fácil. [...] E se ele não tomou, até agora, nenhuma decisão, não fez manifestação nesse sentido, é porque está aferindo o que o partido dele, que tem toda essa segmentação, está pensando e querendo", disse Padilha.

"Não posso ter posição diferente da do presidente do partido. O PMDB é um partido que está literalmente dividido sobre a questão [do impeachment]. Temos que ver qual o segmento majoritário. Neste momento, o presidente Michel está fazendo essa aferição, ele está recolhendo [sentimentos] para ter posição como presidente do partido", complementou.

Veja a íntegra da nota divulgada pela Secretaria de Imprensa:

NOTA À IMPRENSA
A Presidenta da República, Dilma Rousseff, recebeu o pedido de exoneração do ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha. Para o seu lugar, foi nomeado interinamente Guilherme Walter Ramalho, que ocupava o cargo de secretário executivo da Pasta.

A Presidenta agradece os serviços prestados pelo ministro Padilha e deseja sucesso nos seus desafios futuros.