Porque a gasolina não baixa?


Porque a gasolina não baixa? 

De forma simples vou tentar colocar alguns fatores que contribuem para que isso não ocorra. Primeiramente começamos pelas notícias de que o valor do barril do petróleo caiu. De fato isso é verdade, face o aumento de produtividade no Irá, passando a um milhão de barris por dia, também pelo o aumento na exploração nos Estados Unidos.


Na contramão, segue os países Árabes baixando a produção para que o preço volte a subir. Isso acontece pelo simples fato desses países terem do que chamamos de "Bala na Agulha". Com reservas superiores a 750 Bilhões de dólares, eles fazem o que querem e isso é fato.


Mas em se tratando de Brasil a pergunta ainda paira no ar. O petróleo no Brasil corresponde em 35% da matéria prima utilizada nos mais variados meios de produção, sendo assim a menina dos olhos do Governo Federal, que é sócio majoritário na Petrobrás.


Como dizia lendário prefeito Odorico Paraguaçu, personagem da novela O Bem Amado estrelado por Paulo Gracindo, "saindo dos entretantos e partindo pros finalmentes"; O governo federal estipula em 6% de imposto para a venda de combustível ás refinarias, que por sua vez, repassa aos distribuidores, que repassa aos postos que repassa á você consumidor. Mas, não é só isso! O combustível quando comercializado dentro de um Estado, ele recebe no seu preço final o tão famoso ICMS (IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS e SERVIÇOS), é aí que o "bixo pega". No Estado do Paraná, por exemplo, o ICMS é de 25%, ou seja, dos R$ 3,75 cobrados pelo litro da gasolina, R$ 0,94 centavos é do Estado, R$ 0,26 centavos é da União, portanto, R$ 1,20 somente de imposto. Isso fazendo o calculo direto sem levar em conta os outros encargos como da previdência e trabalhista já computados na formulação do preço ao consumidor final. E você achando que a culpa era somente dá Petrobrás... Cobre menos ICMS do Governador do seu Estado.

Veja quanto seu Estado cobra de ICMS Aqui