Será?


O chefe do Departamento de Aviação Civil da Malásia, Azharuddin Abdul Rahman, afirmou neste domingo que um fragmento de metal encontrado ao sul da cidade de St Denis, na ilha de Reunião, não é um destroço do voo MH370.
"Li em toda a imprensa [que os novos destroços] eram parte de uma porta. Mas chequei com a Autoridade de Aviação Civil e pessoas na ilha de Reunião e era apenas uma escada doméstica", disse Rahman à agência de notícias Associated Press.
A polícia também afirma que o fragmento de metal encontrado neste domingo na ilha não está sendo tratado como prova.
Agora, o Ministério dos Transportes da Malásia afirma que quer ampliar a área de buscas por destroços em volta da ilha. E o governo do país também vai pedir às autoridades da região para alertarem caso encontrem destroços que possam ser do MH370.