Alterações em rotas devem reduzir tempo de voos no Brasil

Carta aeronáutica da Terminal Curitiba (Reprodução/Decea)

O tempo de voo entre os principais aeroportos brasileiros pode diminuir nos próximos meses. Essa é a expectativa do setor da aviação comercial depois da publicação de novas cartas aeronáuticas pelo Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA).
Até o fim de abril, 180 rotas de todo o país passarão por alterações e devem otimizar o fluxo do tráfego aéreo. Isso significa além de um tempo menor entre as etapas, uma economia significativa de consumo de combustível, bem como a redução de emissões de gases.
A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) estima que haverá uma diminuição de 50 mil quilômetros voados por mês, equivalente a 60 voos. Isso depois de aproximadamente seis meses, quando os efeitos devem ser sentidos pela indústria.
“A alteração não é um processo demorado, mas é preciso tempo suficiente para que as companhias possam realizar as devidas programações nos computadores das aeronaves”, explica o consultor técnico da Abear, Paulo Roberto Alonso.