Boeing em alta

Boeing 787 tem alavancado as vendas da fabricante norte-americana (Foto: Midland Airport / Flickr Commons)

Boeing vai, aos poucos, retomando a liderança no mercado da aviação comercial e deixando para trás a Airbus. O resultado de encomendas e entregas do primeiro trimestre de 2015 confirma esse cenário.
Nos três primeiros meses do ano, a fabricante norte-americana recebeu 110 encomendas, frente a 101 da empresa europeia. Em relação às entregas, a Airbus contabilizou 134, enquanto a Boeing fechou com 184.
A All Nippon Airways (ANA) é a companhia aérea de lançamento do Boeing 787 e o principal operador do modelo (Foto: Kentaro Iemoto / Flickr Commons)A All Nippon Airways (ANA) é a companhia aérea de lançamento do Boeing 787 e o principal operador do modelo (Foto: Kentaro Iemoto / Flickr Commons)
Esses números deixam a Airbus com a menor participação de mercado no período desde 2002, na comparação com a Boeing: 42% contra 58%. E confirmam o crescimento da fabricante dos EUA nos últimos três anos, quando voltou a superar em alguns momentos a principal concorrente.
A retomada desse cenário, comum no final dos anos 1990 e começos dos 2000, tem a ver com as apostas de cada empresa. Enquanto a Boeing apostou exclusivamente no Boeing 787 Dreamliner, a Airbus colocou quase todas as fichas no Airbus A380, que ainda não deu o resultado esperado pelos europeus.


Entretanto, a Airbus deve dar sinais de recuperação já nesse ano, com as entregas do novo Airbus A350, inclusive para a TAM em dezembro, e também com a consolidação do Airbus A320neo, versão remotorizada do Airbus A320 e que já supera em encomendas o Boeing 737 MAX, que sequer saiu do chão.