Warren Buffett quer aérea operando no Brasil

aaa
A retração prevista para este ano da economia brasileira e a inflação em alta estão assustando alguns investidores internacionais. Não é o caso da NetJets, companhia dos Estados Unidos que é pioneira na oferta de propriedade compartilhada de jatos executivos. A NetJets, que é controlada pela Berkshire Hathaway, a firma de investimentos do bilionário Warren Buffett, deverá enviar um time de executivos ao Brasil no próximo mês para agiliar seus negócios no país, que estão em alta.
Graças ao número cada vez maior de brasileiros ricos, a NetJets vê aqui um grande potencial de lucro e já conta com um grande portfólio de clientes nacionais, que pagam quantias entre US$ 2 milhões e US$ 8 milhões por fatias em aviões como o Global 5000, da Bombardier, e o G550, da Gulfstream.
Uma das opções que serão analisadas, inclusive, é a abertura de uma filial da NetJets no Brasil, com uma equipe permanente atuando em São Paulo, cidade que concentra a maior parte dos milionários brasileiros.