Programa de aviação regional autoriza 55 anteprojetos

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, informou na quinta-feira passada, que os 270 aeroportos regionais serão adequados para receber aviação regular. Segundo ele, 55 já tiveram seus anteprojetos autorizados. 
Os dados foram relatados durante apresentação na Câmara dos deputados. O convite partiu de uma solicitação dos deputados federais sobre o que está sendo feito para melhoria da aviação no País. Confira apresentação na íntegra (arquivo em pdf). 
Os números demonstram que em breve as licitações das obras de aeródromos poderão ser lançadas dependendo apenas das licenças ambientais.
Padilha também contou que 163 estudos de viabilidade técnica e 159 estudos preliminares foram entregues à Secretaria de Aviação Civil (SAC), que são as duas primeiras etapas do programa de desenvolvimento da aviação regional, em relação à infraestrutura.
Além disso, 54 licenciamentos ambientais estão em andamento e dois já foram emitidos: dos aeródromos de Volta Redonda e Angra dos Reis, ambos localizados no estado do Rio de Janeiro.
“Queremos garantir a expansão da malha para integração do território nacional, desenvolvimento dos polos regionais, fortalecimento dos centros de turismo e a garantia do acesso das comunidades isoladas à saúde e inclusão social”, disse o ministro em relação ao programa.
Atualmente, cerca de 80 dos 270 aeroportos operam aviação regular. Com a adequação de pista, terminal de passageiros, torre de navegação aérea e seção contraincêndio, tudo previsto no programa, todos os 270 aeródromos terão condições de oferecer voos comerciais.
Situação atualAeroportos
Total de aeroportos270
Estudos de Viabilidade Técnica (EVT)
entregues 
263
Estudos preliminares (EP)
entregues
159
Anteprojetos (AP)
autorizados 
55
Licenciamento ambiental
Em andamento 
54