Azul avança em instalação de hub no Uruguai



A Azul dá mais um passo a fim de expandir sua presença nos céus uruguaios. Segundo o portal El Observador, uma delegação da companhia aérea desembarcou no país na terça-feira (20) para estudar a possibilidade de tornar o aeroporto de Carrasco um hub.

A comitiva foi liderada pelo presidente da aérea, Antonoaldo Neves, que se encontrou com os ministros do Transporte, Victor Rossi, do Trabalho, Ernesto Murro, e do Turismo, Liliam Kechichian. Eles também encontraram diretores da Alas Uruguay.

A transportadora, que começou a voar em janeiro e encerrou as operações em outubro deste ano, está envolvida diretamente nessa transição. O governo local, em caso de a Alas não retomar os voos, deseja que a Azul receba a possibilidade de contratar parte da equipe uruguaia.

A aérea de Neves instalou uma base em Montevidéu e passou a voar para lá a partir de Porto Alegre neste ano. A Azul também tem voos sazonais para Punta del
Este.

Emerson Souza
Antonoaldo Neves, presidente da Azul
Antonoaldo Neves, presidente da Azul


Ao periódico, o subsecretário de Turismo do Uruguai, Benjamín Liberoff, disse que o pontapé inicial a ser dado é o de certificar as aeronaves para que a Azul passe a voar no Uruguai. A empresa brasileira quer fazer esse processo da maneira mais rápida possível, indicou o político.

Esse processo, no entanto, pode ser demorado e levar, ao menos, 12 meses até ser concluído.

Uma possibilidade para encurtar o procedimento seria a transferência do Certificado de Operador Aéreo (AOC, em inglês) da Alas para a Azul. Com isso, os aviões decolariam em até três meses.

O único porém nesse caso é que o AOC pertence à Dyrus, sociedade anônima titular da linha de crédito de US$ 15 milhões que a transportadora uruguaia recebeu por meio da Fondes. Resta saber quais serão os próximos passos dessa história.

*Fonte: El Observador
conteúdo original: http://bit.ly/2ig9oB7