Aeroporto de Brasília será o 1º do Brasil a permitir pousos simultâneos

Aeroporto de Brasília poderá receber operações simultâneas nas duas pistas a partir de novembro de 2015 (Reprodução Google Maps)

A partir de novembro deste ano, o aeroporto de Brasília será o primeiro do Brasil a permitir a operação simultânea em suas duas pistas. Ou seja, dois aviões poderão pousar ou decolar ao mesmo tempo no aeroporto.
É um avanço importante em relação ao fluxo do tráfego aéreo. No caso da capital federal, a capacidade de pista crescerá aproximadamente 30% e saltará de 60 movimentos (decolagens ou pousos) por hora para 80 movimentos.
Esse tipo de operação só é possível porque o aeroporto de Brasília tem duas pistas paralelas com uma distância suficiente segura entre elas (1.800 metros) e ao alcance visual dos controladores de voo.
Operar pistas de forma simultânea é fundamental para atender ao aumento da demanda nos aeroportos brasileiros. Em Campinas, a concessionária que administra Viracopos planeja a construção de uma nova pista.
O de Guarulhos, o mais movimentado do país, por exemplo, tem pistas muito próximas e não tem muito o que fazer para aumentar a capacidade, a não ser que uma nova pista seja construída ou o que os órgãos da Aeronáutica permitam esse tipo de operação, mesmo que com restrições, em condições visuais. San Francisco, nos EUA, por exemplo tem uma distância menor entre as pistas, mas pousos e decolagens ocorrem simultaneamente.